Blog Farmácia Newsletter Março 2021 – Direito Sanitário e Farmacêutico WhatsApp News

02/03/2021

Varejo prevê faturar três dígitos com e-commerce

De acordo com dados da Ebit/Nielsen, as transações do varejo via e-commerce devem alcançar faturamento de três dígitos neste ano – a previsão é R$ 110 bilhões, contra R$ 87,4 bi e R$ 61,9 bi dos dois anos anteriores. Os resultados animam as principais redes de farmácias do país.

Grupo DPSP, controlador da Drogaria São Paulo e da Drogarias Pacheco, viu os canais digitais totalizarem 5% das vendas em 2020. O faturamento total da companhia foi de R$ 11 bilhões, segundo informações do CEO Marcelo Doll ao Valor Econômico.

As vendas digitais são parte de um amplo projeto de transformação digital da rede, que teve em início com a criação do aplicativo Viva Saúde, que soma 3 milhões de downloads. No mesmo ano, o grupo assinou uma parceria com o Rappi para viabilizar entregas em localidades mais distantes.

Já André Giffoni, diretor de estratégia digital da Drogaria Araujo, prevê um crescimento de 77,14% nas vendas online em 2021. O e-commerce é a aposta da rede mineira para expandir suas fronteiras pelo país, mantendo a estratégia de concentrar as lojas físicas em Minas Gerais. Hoje, atende cerca de 45 milhões de clientes e 100% das unidades já dispõem do sistema de clique e retire, com a instalação de 12 cofres de retirada em Belo Horizonte e Juiz de Fora.

Os números da Abrafarma, que congrega as 26 maiores redes do varejo farmacêutico nacional, sustentam essas perspectivas otimistas. A receita com sistemas de delivery e e-commerce chegou ao primeiro bilhão em 2020. O faturamento de R$ 1,77 bilhão foi 137% superior aos R$ 749 mil registrados em 2019.

Fonte: Redação Panorama Farmacêutico. Acessado em: 02/03/2021

Compartilhe:


Voltar

 

Compartilhe no WhatsApp